Prebióticos podem nos ajudar a evitar a insônia em condições estressantes, revela estudo

ANÚNCIO

 

Experimento com ratos ajudará a entender melhor o Alzheimer - 01/08/2019 - UOL VivaBem
Foto: (reprodução/internet)

Os resultados foram baseados em um estudo com animais em ratos. Os pesquisadores colocaram ratos adolescentes do sexo masculino em duas dietas diferentes, uma dieta padrão e uma fortificada com prebióticos.

ANÚNCIO

Eles rastrearam as mudanças fisiológicas antes e depois que os ratos foram expostos a uma situação estressante. Eles analisaram amostras fecais, medindo os metabólitos depois que o alimento foi decomposto.

A equipe descobriu que ratos em dieta pré-biótica tinham uma presença muito diferente de metabólitos ou ‘metaboloma’. Era significativamente maior e incluía uma ampla variação, como açúcares, esteróides e ácidos graxos.

Veja mais: Conheça os alimentos que você deveria estar comendo agora mesmo

Alimentos prebióticos possuem um alto poder de ajuda na relação estresse x sono | Jornal de Brasília
Foto: (reprodução/internet)

Esse tipo de composição pode influenciar o caminho da informação do intestino ao cérebro e, portanto, nos ajudar a influenciar o comportamento. O metaboloma também era diferente pós-estresse.

ANÚNCIO

Significativamente, os ratos de teste não mostraram qualquer aumento nos metabólitos potencialmente perturbadores do sono, o que foi encontrado entre os ratos em uma dieta normal. Isso indica que os prebióticos podem nos ajudar a evitar a insônia em condições estressantes.

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fonte: Organic Facts

ANÚNCIO