Veja como obesidade, hipertensão arterial e diabetes estão associadas ao envelhecimento de artérias na adolescência

ANÚNCIO
Aferir pressão: como realizar esse procedimento corretamente?
Foto: (reprodução/internet)

Essas descobertas foram baseadas em um estudo de cinco anos, publicado no Journal of American Hearts Association. Dos 448 participantes, 141 adolescentes estavam com peso normal, 156 com obesidade e 151 com diabetes tipo 2.

Leia mais: Entenda como a ingestão de laticínios integrais pode reduzir o risco de diabetes, doenças cardíacas e derrame

A idade média no início do estudo era de 17,6 anos. Ao final de cinco anos, descobriu-se que adolescentes com obesidade, pressão arterial sistólica elevada ou obesidade tinham chances significativamente maiores de desenvolver artérias carótidas rígidas e espessas.

ANÚNCIO

Justin R. Ryder, autor principal do estudo,  disse em um comunicado de imprensa da JAHA: “Ter obesidade, diabetes tipo 2 ou hipertensão arterial sistólica foram ambos independentemente associados e igualmente preditivos de artérias mais grossas e rígidas entre este grupo de jovens.”

Ele continua: “O que mais surpreendeu nossa equipe foi que os participantes com pressão arterial sistólica mais alta em comparação com seus pares no estudo tinham um risco muito semelhante àqueles com obesidade ou diabetes tipo 2 para vasos sanguíneos mais grossos e rígidos ao longo do tempo”.

Este estudo também indicou que os riscos de aterosclerose apareceram cedo na vida. A aterosclerose é o estreitamento das artérias.

ANÚNCIO

Isso acontece com o tempo e geralmente ocorre com o envelhecimento natural. Aumenta o risco de eventos cardiovasculares, como derrames e ataques cardíacos.

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fonte: Organic Facts

ANÚNCIO