Você sabe quem são os maiores paizões do reino animal?

ANÚNCIO

Os humanos não são as únicas criaturas com pais, é claro – somos apenas os únicos com um Dia dos Pais oficial em que compramos presentes para agradecê-los. Aqui estão alguns outros papais orgulhosos do reino animal.

CAVALO MARINHO

Cavalo-marinho - Peixes - InfoEscola
Foto: (reprodução/internet)

É uma daquelas curiosidades bem conhecidas: entre os cavalos-marinhos são os machos que geram os filhotes. É assim que funciona. Um cavalo-marinho fêmea deposita seus ovos em uma bolsa especial em um cavalo-marinho macho.

ANÚNCIO

Nesse momento, o macho fertiliza os ovos e os mantém na bolsa, incubando-os por 45 dias até o nascimento dos filhotes de cavalo-marinho.

Leia também: Conheça a guerra dos lobos da vida real

BESOURO D’ÁGUA

Besouro d'água - Ache Tudo e Região
Foto: (reprodução/internet)

O inseto aquático macho gigante carrega seus filhotes até que eles possam sobreviver por conta própria. Esses não são caroços nas costas das asas-d’água do inseto: são ovos de inseto.

LUMPSUCKER

12-06-18 Pacific Spiny Lumpsucker from Ron's Temperate Marine Series | Ron's Critter of the Day
Foto: (reprodução/internet)

O lumpsucker é uma criatura aquática apropriadamente chamada – do inglês lump (caroço) + sucker (sugador): ”sugador de caroço” – eles se parecem com grandes protuberâncias cinzentas e as nadadeiras pélvicas do lumpsucker macho são basicamente ventosas.

ANÚNCIO

Quando os ovos são fertilizados, eles são deixados pela mãe para crescer com o pai. Ele então se fixa a uma superfície perto dos ovos e permanece fixo no lugar, protegendo os ovos.

BAGRE

EUA e Europa 'expulsam' bagre do mercado. Brasil vira maior importador - Diário do Litoral
Foto: (reprodução/internet)

O Bagre macho de cabeça dura desenvolve girinos até que eles possam se defender sozinhos.

Ele o faz carregando até 48 ovos fertilizados em sua boca, e por 60 dias completos. Como um Bagre-pai come quando há bebês crescendo em sua boca? Simples: ele não come.

O SAPO IMITADOR DE RANITOMEYA

Mimic Poison Frog Evolving Into Two Distinct Species - Reptiles Magazine
Foto: (reprodução/internet)

As fêmeas das rãs venenosas põem ovos fertilizados nas folhas. Assim que eclodem, o parceiro masculino monogâmico daquele sapo (eles são os únicos companheiros vitalícios conhecidos no mundo dos anfíbios) carrega os recém-nascidos em uma pequena piscina de água dentro de uma planta parecida com o abacaxi, chamada bromélia.

Ele então cuida dos filhotes e, quando percebe que estão com fome, chama a mãe, que deposita na água um óvulo não fertilizado … com o qual os recém-nascidos festejam.

PINGUIM IMPERADOR

Um casal gay de pinguins
Foto: (reprodução/internet)

Incubar e botar ovos é incrivelmente debilitante para uma fêmea de pinguim-imperador. Para recarregar e reabastecer suas reservas de comida, a nova mãe pinguim retorna às águas por até dois meses para se alimentar.

Isso significa que os pinguins-imperadores machos devem manter o ovo aquecido por esse período de tempo, segurando o ovo cuidadosamente equilibrado entre sua bolsa de ninhada e o topo de seus pés.

Sim, é a mesma espécie de Pinguim do filme Happy Feet.

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fonte: Portable Press

ANÚNCIO