Quando uma empresa financia pesquisas, os resultados são tendenciosos?

ANÚNCIO

 

O desafio da pesquisa científica no Brasil - ADUFC-Sindicato
Foto: (reprodução/internet)

Muitas vezes recebemos perguntas sobre a fonte de financiamento da pesquisa citada, ou se os pesquisadores dentro das Universidades são “pagos” por empresas privadas.

ANÚNCIO

Aqui, a PHD Peggy Lemaux, da Universidade da Califórnia, pondera sobre como os cientistas universitários recebem financiamento e o que isso significa para os resultados. Quando uma empresa financia pesquisas, os resultados são tendenciosos?

Peggy Lemaux diz que não!

“Para receber financiamento do governo, cientistas acadêmicos submetem propostas e são julgados por revisão, por pares, de sua ciência – não para validar ou negar, por exemplo, os perigos ou benefícios dos OGM (Organismos Geneticamente Modificados).”

ANÚNCIO

“Apenas as melhores propostas (menos de 10%) são financiadas para fazer a pesquisa delineada na proposta. Há apenas pressão para produzir resultados que sejam úteis à comunidade para a qual a pesquisa é relevante e que atendam aos objetivos delineados na proposta.”

“Cientistas são levados a chegar a verdades científicas. Isso significa que não recebemos elogios ou fundos para validar ou negar o problema em questão.”

Eis as pesquisas científicas que realmente têm potencial para mudar o mundo no futuro - VIX
Foto: (reprodução/internet)

Ela continua: “Levar esse argumento a respeito dos cientistas acadêmicos ao ponto final de que ‘as grandes empresas gostam dos conceitos de que podem desenvolver um produto do qual possam lucrar’ simplesmente não faz sentido no mundo acadêmico em que eu e meus outros colegas científicos vivemos.”

“Ao longo de meus 20 anos na UC Berkeley, tenho lutado para obter financiamento para meus esforços de divulgação.”

“Nunca recebi dinheiro de empresas privadas para esses esforços e, em vez disso, recebo fundos da Cooperative Extension, da American Society of Plant Biologists, da National Science Foundation e dos Programas de Agricultura Coordenada do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos.”

Lemaux finaliza: “Como cientista do setor público, não tenho obrigação de falar a favor ou contra o setor privado ou seus esforços. Eu analiso as evidências científicas disponíveis e chego às minhas próprias conclusões.”

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fonte: Best Food Facts

ANÚNCIO