Conheça as novas diretrizes da ACP para o tratamento de homens com baixa testosterona

ANÚNCIO

O American College of Physicians (ACP) publicou novas diretrizes para o tratamento de homens adultos com baixa testosterona relacionada à idade.

Sinais que indicam baixa testosterona nos homens
Foto: (reprodução/internet)

As diretrizes são endossadas pela American Academy of Family Physicians. Eles devem ser seguidos por todos os médicos.

ANÚNCIO

As diretrizes foram elaboradas levando em consideração as evidências atuais dos danos, benefícios, segurança e eficácia do tratamento em homens com problema de testosterona relacionado à idade.

Recomendações das novas diretrizes

Eles usaram parâmetros diferentes para avaliar os resultados clínicos. Eles também incluíram fatores como atividade física, função sexual, níveis de energia, qualidade de vida, cognição, depressão e condições adversas de saúde, como problemas cardiovasculares.

As novas diretrizes recomendam que os médicos devem discutir os benefícios, danos, custos e várias preferências com os pacientes que desejam o tratamento para a disfunção sexual.

ANÚNCIO

Veja mais: Zinco e Ácido fólico são bons tratamentos para a infertilidade masculina?

Quando o tratamento deve ser evitado ou interrompido

Isso deve ser seguido dentro de 12 meses e em intervalos regulares a partir de então. Deve-se parar o tratamento caso não haja melhora.

Os médicos devem dar preferência às formulações intramusculares, pois os custos são menores do que as formulações transdérmicas.

O tratamento deve ser evitado quando o objetivo for simplesmente melhorar a vitalidade, energia, função física ou cognição.

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fonte: Organic Facts

ANÚNCIO