Veja como explorar 4,5 milhões de artefatos do Museu Britânico pela internet

 

© Os Curadores do Museu Britânico // CC BY-NC-SA 4.0
Foto: (reprodução/internet)

Você não precisa esperar até que o Museu Britânico de Londres reabra para explorar suas coleções.

Como relata a Artnet News, o museu carregou quase 4,5 milhões de objetos em seus arquivos digitais, e qualquer pessoa está livre para visualizá-los e baixá-los para criar seus próprios tours virtuais em casa.

Incapaz de se conectar com os visitantes pessoalmente devido à crise do COVID-19, o Museu Britânico atualizou recentemente seu site com 300.000 novas imagens.

A coleção online agora apresenta cerca de metade do catálogo da instituição, com itens que abrangem 2 milhões de anos de história em seis continentes.

Além de carregar os novos materiais, o museu também renovou seus arquivos para facilitar a busca e visualização de objetos em tablets, telefones celulares e computadores desktop.

A peça mais icônica do museu é a Pedra de Roseta

Veja como explorar 4,5 milhões de artefatos do Museu Britânico pela internet
Foto: (reprodução/internet)

Mesmo que você tenha visto pessoalmente, vale a pena ver o arquivo digital para uma visão de perto do artefato que normalmente não está acessível ao público.

Você pode usar a ferramenta de zoom para estudar a fotografia de alta resolução da rocha linha por linha.

Se você não sabe o que está procurando, o Museu Britânico também torna mais fácil encontrar novas obras de arte como você faria em um local físico.

Mais sobre arte: Pela primeira vez, as valiosas obras de arte do Palácio de Buckingham terão sua própria exposição! Saiba mais

Você pode baixar as fotos da coleção à vontade

Veja como explorar 4,5 milhões de artefatos do Museu Britânico pela internet
Foto: (reprodução/internet)

Sua experiência de museu virtual não precisa terminar quando você sai do site do British Museum.

Todas as fotografias estão sob uma licença Creative Commons, o que significa que você pode baixá-las e salvá-las para revisitar quando quiser.

Para os amantes da arte que preferem algo mais envolvente do que visualizar arquivos de imagem individuais, você também pode visitar as galerias do museu virtualmente por meio do Google Street View.

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fonte: Mental Floss