Entenda como o treinamento musical melhora a função cognitiva das crianças

ANÚNCIO

Sim. Sabemos que a música, principalmente o treinamento musical, pode melhorar o funcionamento do cérebro.

Escola das Artes abre inscrições para os cursos de música e teatro
Foto: (reprodução/internet)

Mas as razões exatas por trás disso são menos conhecidas. Agora, um novo estudo publicado na Frontiers of Neuroscience, mostra como a rede cerebral subjacente funciona quando aprendemos a tocar um instrumento.

ANÚNCIO

Veja também: A atividade física pode melhorar o desempenho escolar das crianças?

O estudo também revelou novas evidências sobre a eficácia do treinamento musical na melhoria do funcionamento executivo do nosso cérebro, especificamente atenção e memória de trabalho (MT).

Para entender como tocar um instrumento afetou o funcionamento do cérebro, neurocientistas do Chile inscreveram 40 meninos e meninas, com idades entre 10 e 13 anos, para seu estudo.

Os participantes foram divididos igualmente em crianças com e sem formação musical prévia. 20 dos participantes sabiam tocar um instrumento, tiveram pelo menos 2 anos de aulas de música e praticaram pelo menos 2 horas por semana.

ANÚNCIO

Eles tocavam regularmente em uma orquestra ou conjunto. As outras 20 crianças que formaram o grupo de controle não tiveram nenhum treinamento ou prática musical anterior além do currículo escolar.

Ambos os grupos foram convidados a completar tarefas de atenção e MT e sua atividade cerebral foi medida com uma ressonância magnética funcional. Ambos os grupos apresentaram alto desempenho.

Mas o grupo de crianças que tocavam regularmente mostrou desempenho consistentemente melhor tanto na atenção quanto na memória de trabalho. Os músicos também apresentaram melhor desempenho nas regiões de controle cognitivo.

A equipe encontrou uma correlação positiva entre anos de treinamento e maior atividade em certas áreas do cérebro que suportam a alça fonológica (memória de trabalho que lida com informações auditivas).

Simplificando, não houve diferença marcante entre os dois grupos no que diz respeito ao tempo de reação. Mas o grupo musical mostrou um desempenho significativamente melhor nas tarefas de memória.

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fonte: Organic Facts

ANÚNCIO