O que exatamente é um “Gigafire”?

ANÚNCIO
Os incêndios florestais atingiram proporções históricas este ano.
Foto: (reprodução/internet)

Com os incêndios florestais na Califórnia atingindo mais de 4 milhões de acres este ano – um nível de desastre sem precedentes – é lógico que algum novo palavreado seria necessário para expressar a magnitude da ameaça. É por isso que você ouvirá o termo gigafire.

O incêndio conhecido como Complexo de Agosto, que assola a Califórnia, está agora sendo classificado como um gigafire, um incêndio que destrói 1 milhão de acres de terra. Supera o termo megafire, um incêndio que consome mais de 100.000 acres.

ANÚNCIO

O Complexo de Agosto, que começou com uma série de relâmpagos, é o primeiro gigafire do estado, embora não do país. Em 2004, o Complexo Taylor no Alasca destruiu 1,3 milhão de acres. Em 1988, o incêndio de Yellowstone ocupou 1,58 milhão de acres em Montana, Idaho.

Um complexo é freqüentemente usado para descrever um grupo de fogos menores que podem ou não começar a queimar juntos. O complexo de agosto começou como 300 incêndios individuais que eventualmente se juntaram.

Leia também: Incêndios no Pantanal já ocuparam metade das terras indígenas

Acredita- se que o termo gigafire tenha se originado na seção de comentários do site Wildfire Today. Em 2017, um visitante do local com o apelido de “kevin9” propôs que incêndios que consumissem mais de 1 milhão de acres fossem apelidados de gigafires.

ANÚNCIO

O site começou a usar o termo para incêndios florestais que atingiram ou excederam esse limite na Austrália.

Acredita-se que a destruição recorde por incêndios florestais neste ano foi exacerbada pela mudança climática, com condições mais quentes e secas proporcionando um cenário ideal para os incêndios se estabelecerem e se espalharem.

Na segunda-feira, os bombeiros continham cerca de 65% das chamas da Califórnia.

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fonte: Mental Floss

ANÚNCIO