Descubra como músicas aceleradas aumentam os benefícios do exercício físico

ANÚNCIO

A música pode ser um fator poderoso durante o exercício.

Playlists para malhar: aproveite o confinamento para montar a sua | treinos  | ge
Foto: (reprodução/internet)

Uma recente pesquisa italiana, publicada no Frontiers in Psychology, revelou que ouvir música em ritmo acelerado reduz o esforço percebido no exercício e aumenta seus benefícios.

ANÚNCIO

Esses benefícios foram mais aprimorados para exercícios de resistência do que para exercícios de alta intensidade.

Como o estudo foi conduzido

Para entender o impacto do exercício, os pesquisadores analisaram o padrão de exercício de 19 mulheres (idade média de 26,4 anos) há pouco mais de dois anos e meio.

Eles foram analisados ​​durante os treinos de resistência e de alta intensidade. A equipe escolheu caminhar em uma esteira para exercícios de resistência e leg press para exercícios de alta intensidade.

ANÚNCIO

Mais sobre exercícios: Se praticados por inaptos, exercícios de alta intensidade podem causar parada cardíaca, entenda

Os voluntários foram avaliados em quatro condições diferentes, sem música, com música em andamento baixo (90 – 110 bpm), música em andamento médio (130 – 150 bpm) e música em andamento alto (170 – 190 bpm).

A demanda metabólica aumentou

Para medir o impacto do exercício, a equipe avaliou fatores como frequência cardíaca e percepção de esforço. O impacto de diferentes tempos de música foi observado para ambos os tipos de exercícios.

A taxa de esforço percebido mudou em 11% para exercícios de resistência, quando comparada aos 6,5% de exercícios de alta intensidade sem música a música de ritmo elevado.

A equipe descobriu que a demanda metabólica também aumentou, indicando a eficácia do treino assistido em ritmo acelerado.

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fonte: Organic Facts

ANÚNCIO