Como é a alimentação das crianças norte-americanas?

ANÚNCIO

Uma alimentação saudável é um estilo de vida e especialmente importante para crianças cujo futuro de saúde é moldado por seus hábitos de hoje. As crianças norte-americanas estão comendo direito?

Veja mais: Estudo revela as diferenças de preferência alimentar entre caucasianos e asiáticos

Crianças que têm alimentação saudável são mais felizes, diz estudo - Revista Crescer | Você precisa saber
Foto: (reprodução/internet)

A resposta é sim e não. Um estudo descobriu que as dietas das crianças nos Estados Unidos melhoraram com o tempo, mas ainda não são tão saudáveis ​​quanto deveriam ser.

ANÚNCIO

De onde vem esses dados?

Os achados são resultados de um estudo que caracterizou as tendências na qualidade da dieta de crianças e adolescentes nos Estados Unidos, de 1999 a 2016.

Os participantes tinham entre 2 e 19 anos. Enquanto aqueles com idades entre 6 e 11 anos foram entrevistados com os pais presentes, os adolescentes relataram suas dietas. Para crianças de 5 anos ou menos, os pais registravam as respostas.

A análise desses dados revelou que, embora as crianças nos Estados Unidos estejam se alimentando melhor, as qualidades das dietas permanecem ruins para a maioria. As dietas de baixa qualidade diminuíram de 77% para 56% na duração deste estudo.

ANÚNCIO

Por outro lado, as dietas de qualidade ideal foram limitadas a 1%. Os adolescentes tinham hábitos alimentares piores em comparação com as crianças mais novas.

O estudo também observou que as disparidades devido a fatores como educação dos pais, renda familiar e segurança alimentar persistiram ou pioraram durante esse período.

Os dados da pesquisa são relevantes para qual objetivo?

“Nossas descobertas de dietas com melhora lenta, mas ainda pobres, em crianças dos Estados Unidos são consistentes com a desaceleração dos aumentos da obesidade infantil, mas não com qualquer reversão”, disse Dariush Mozaffarian cardiologista, reitor e professor na Tufts University.

“Compreender essas tendências atualizadas na qualidade da dieta é crucial para informar as prioridades para ajudar a melhorar os hábitos alimentares e a saúde a longo prazo de todos os jovens da América.”

Os dados fornecidos pelos participantes foram analisados ​​usando a pontuação de dieta contínua AHA 2020, bem como a pontuação secundária AHA.

Enquanto a pontuação da dieta de 2020 considera o consumo de frutas e vegetais, grãos inteiros, peixes e crustáceos, bebidas adoçadas com açúcar e sódio, a pontuação secundária nozes, sementes e legumes, carne processada, bem como gordura saturada, além da anterior.

A pesquisa foi financiada pelo National Heart, Lung e Blood Institute do NIH e pela American Heart Association. Os resultados foram publicados na edição de março de 2020.

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fonte: Organic Facts

ANÚNCIO