Entenda como a agricultura intensiva protege a biodiversidade de aves

ANÚNCIO

O cultivo de diversas safras é conhecido por ter vários benefícios para as safras e para o solo. Mas um estudo descobriu que essa prática agrícola faz mais do que isso.

O que é agricultura intensiva? - Brasil Escola
Foto: (reprodução/internet)

A agricultura intensiva, o cultivo de diversas safras ao longo do ano, pode afetar positivamente a biodiversidade das aves. Consequentemente, é provável que tenha um impacto sobre a biodiversidade geral, bem como contra as mudanças climáticas.

ANÚNCIO

Como o estudo foi conduzido?

Com base em 20 anos de dados de campo, o estudo, publicado na Revista Nature, foi conduzido na Costa Rica e se concentra na agricultura em regiões tropicais.

Observou-se que fazendas com culturas diversas suportam mais pássaros, oferecendo um habitat seguro e proteção contra mudanças climáticas, em comparação com fazendas de monocultura.

Nas regiões tropicais ricas em biodiversidade, a cultura comercial é a norma. A terra disponível, assim como as florestas desmatadas, estão sendo usadas para culturas comerciais únicas. Isso afetou enormemente a biodiversidade e aumentou as questões climáticas.

ANÚNCIO

Veja mais: Entenda como a pecuária intensiva traz e pode trazer ainda mais riscos de uma epidemia

Quais os resultados do estudo?

“Este estudo mostra que a mudança climática já está impactando as comunidades de vida selvagem, continua a impactar, e que as práticas agrícolas locais realmente importam na proteção da biodiversidade e na construção da resiliência climática”, disse Nick Hendershot, autor principal no estudo.

Os pesquisadores descobriram que as fazendas que praticavam a agricultura intensiva protegiam não apenas as espécies de pássaros comuns, mas também algumas das ameaçadas.

Os resultados deste estudo agora contribuem para a defesa da agricultura intensiva, ao mesmo tempo que oferecem uma proteção para as mudanças climáticas.

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fonte: Organic Facts

ANÚNCIO