A descarga de um vaso sanitário pode criar uma nuvem de gotículas contaminadas por coronavírus?

ANÚNCIO
Coronavirus can lurk in toilets.
Foto: (reprodução/internet)

Como a população mundial continua a lidar com a pandemia do coronavírus, os cientistas estão ansiosos para descobrir as maneiras pelas quais o vírus pode se espalhar.

Embora o principal método de transmissão continue sendo a proximidade com uma pessoa infectada, a pesquisa agora mostra que os acessórios do banheiro podem ser potencialmente perigosos. Especificamente, o banheiro.

ANÚNCIO

Os banheiros sempre foram uma fonte potencial de contaminação, porque a descarga expele partículas virais e bacterianas a quase 1 metro no ar. Na era do coronavírus, esse risco ganhou um novo significado.

Em uma matéria para o The New York Times, Knvul Sheikh relata que há evidências crescentes de que um vaso sanitário com descarga pode criar uma nuvem de partículas infecciosas em aerossol.

Essa zona de perigo do coronavírus pode então perdurar, convidando o próximo usuário do banheiro a inalar. De acordo com estudo publicado na revista Physics of Fluids, a preocupação decorre da presença do vírus nas fezes.

ANÚNCIO

Embora seja principalmente uma doença respiratória, o coronavírus também pode fixar residência no intestino delgado e causar doenças digestivas. Uma vez que o vírus é excretado nos dejetos humanos, a ação de dar descarga na privada pode ejetar as partículas para cima.

Leia também: Podemos pegar coronavírus da comida?

O movimento da água que entra cria um vórtice, deslocando o ar e agindo como um canhão de germe. Embora esteja claro que o vírus se dispersa pela descarga, os cientistas ainda não sabem quanto vírus infeccioso pode estar contido nessas nuvens.

A melhor coisa a fazer é fechar a tampa do vaso sanitário antes de dar descarga, o que deve atenuar muitos contaminantes transportados pelo ar. Os membros da família que estão doentes devem usar um banheiro separado, se possível.

Os banheiros públicos são mais complicados, pois são usados ​​por muito mais pessoas e não costumam ter tampas para fechar. Por enquanto, pode ser melhor evitar esses banheiros, se possível. O uso de máscara também pode reduzir alguns dos riscos. E sempre lave as mãos.

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fonte: Mental Floss

ANÚNCIO