Você sabe por que a maioria das pessoas escrevem com a mão direita?

ANÚNCIO

Por que os humanos são predominantemente destros (ou mesmo canhotos)? Não seria vantajoso ser ambidestro? Veja a resposta a seguir

TERAPIA OCUPACIONAL INFANTIL JOHANNA MELO FRANCO: Como ensinar as crianças canhotas a posição correta para escrita?
Foto: (reprodução/internet)

Trabalhei com um professor que estudou isso quase por acidente e apresentou uma teoria convincente. Ele estudou ferramentas de pedra antigas e explorou como elas eram feitas, levando os alunos a fazerem novas, e percebeu que podia dizer se eram feitos por canhotos ou destros.

ANÚNCIO

O próximo passo foi um golpe de brilho. Ele começou a olhar para trás, para as ferramentas de pedra nas coleções de museus, a fim de rastrear quando os humanos pararam de ser ambidestros (como a maioria das espécies de macacos é ambidestro, então ele sabia que houve um momento em que isso ocorreu), e havia um sinal claro de que foi por volta de 500.000 anos atrás.

TIAGO FALÓTICO. Uso de ferramentas por macacos- prego (Sapajus libidinosus) do Parque Nacional Serra da Capivara - PI - PDF Download grátis
Foto: (reprodução/internet)

Esta é a mesma época em que a diferenciação do crânio humano mostrou sinais claros de crescimento nos centros da fala, de forma que a linguagem foi se tornando mais importante.

A teoria no momento é de que a lateralidade é um acidente desse desenvolvimento do lado do cérebro que controla a fala. Todos os humanos usam o lado esquerdo do cérebro para processar a fala e a gramática, por causa da história evolutiva.

ANÚNCIO

Esses caminhos bem desenvolvidos, de alguma forma, levaram a um pequeno favorecimento da mão que ele controla, a mão direita na maioria das pessoas. Mas o hemisfério direito também tem todos os caminhos corretos para controlar bem a mão esquerda.

Você sabe disso quando pensa que os destros ainda podem fazer coisas incríveis com a mão esquerda E podem treinar para serem ambidestros. As pequenas diferenças em favorecer as mãos quando somos jovens resultam em grandes diferenças na destreza quando somos mais velhos. Isso só requer prática.

A razão pela qual os canhotos ainda existem provavelmente se deve a uma estratégia evolucionária estável. Em um mundo onde 90% das pessoas são destras, há uma pressão para isso, mas também há incentivo suficiente para ser canhoto. Até então podemos apenas supor qual é esse incentivo (mas SABEMOS que existe um, porque ainda existem canhotos).

Mas uma hipótese é a “mão da espada”. Em um mundo onde mais de 90% das pessoas estão usando a mão direita para lutar com espadas, todos praticam contra a mão direita (incluindo os canhotos) do adversário na maioria das vezes. No combate, os canhotos derrotam os destros, porque eles têm mais prática.

Bacana. Mas se o número começar a se deslocar para os canhotos, o incentivo começa a ir embora (em nosso exemplo, porque há tantos canhotos que todo mundo ganha prática contra eles) e a pressão do centro da fala empurra os humanos de volta para serem mais destros. O efeito gangorra oscila em torno de 90% para destros.

Existem muitos exemplos legais como este na natureza. Meu favorito é sobre aranhas e envolve genes: existe uma espécie de aranha, a viúva-negra, em que cerca de 10% das fêmeas nunca acasalam (porque comem os machos antes de copular, em vez fazer isso depois), como fazem suas irmãs procriadoras mais bem-sucedidas.

Por que a aranha viúva-negra mata o macho após o acasalamento? | Super
Foto: (reprodução/internet)

COMO isso pode existir? A evolução não destruiria esse comportamento? Não necessariamente. Imagine que o comportamento de comer machos após a copulação seja controlado por dois alelos no mesmo gene.

Em vez de ter um alelo dominante, existe um efeito co-dominante. Isso significa que ter ‘AA’ naquele gene leva a NÃO comer o macho e nenhuma vantagem para a fêmea.

Ter ‘Aa’ leva ao comportamento preferido, comer após copular. Vantagem para as fêmeas, elas ganham um lanche extra para ajudar sua nova ninhada.

Mas algumas fêmeas são ‘aa’, o que leva a comer o macho antes da cópula – Vantagem zero. (É por isso que isso às vezes é chamado de teoria dos jogos, devido à semelhança com o dilema do prisioneiro).

Em uma população de aranhas, a combinação de alelos mais favorável em machos e fêmeas é ‘Aa’ e, portanto, é a mais comum. A pressão evolutiva favorece essa combinação. ‘AA mulheres são desfavorecidas, e’ aa ‘obviamente são muito desfavorecidas.

Mas a prole de dois adultos portadores de ‘Aa’ têm um quarto de crianças fêmeas ‘aa’ (Aa x Aa = 1AA + 2Aa + 1aa) então, mesmo que essas não sejam evolutivamente selecionadas, ainda serão mantidas na população.

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fonte: Kickass Facts 

ANÚNCIO