Descubra quem são os vencedores do concurso de fotografia microscópica da Nikon

Todos os anos, a Nikon realiza o Concurso Nikon Small World Photomicrography para reconhecer as imagens microscópicas mais legais.

Os vencedores de 2020 foram anunciados em Outubro desse ano e, como de costume, é uma coleção impressionante de coisas visíveis apenas ao microscópio – neurônios do hipocampo, por exemplo – e coisas familiares que parecem completamente diferentes ao microscópio (como cabelo humano).

O primeiro lugar foi para Daniel Castranova, um especialista em pesquisa aquática do Instituto Nacional de Saúde, por sua foto de um peixe-zebra juvenil.

O processo da foto que ganhou o primeiro lugar

O primeiro colocado deste ano é um jovem peixe-zebra fotografado de cima.
Foto: (reprodução/internet)

A foto não é o resultado de um breve clique da câmera; em vez disso, Castranova e seu colega, Bakary Samasa, escanearam os peixes usando uma técnica chamada “microscopia confocal” e, em seguida, empilharam mais de 350 quadros para criar uma imagem abrangente.

Durante o projeto, os pesquisadores perceberam que os peixes-zebra – que já são usados ​​como modelos de laboratório para estudar muitas doenças humanas – têm vasos linfáticos em seus crânios.

Isso significa que seus sistemas linfáticos são muito mais semelhantes aos dos humanos do que se pensava.

Arte e ciência podem andar juntas

Eles são tão semelhantes que o peixe-zebra pode ser útil na doença de Alzheimer e na pesquisa do câncer.

“Até agora, pensávamos que esse tipo de sistema linfático associado ao sistema nervoso só ocorria em mamíferos”, disse Castranova à Nikon.

“Ao estudá-los, a comunidade científica pode agilizar uma série de pesquisas e inovações clínicas – tudo, desde testes de drogas a tratamentos de câncer. Isso ocorre porque os peixes são muito mais fáceis de criar e criar imagens do que os mamíferos.”

A imagem também é uma evidência de que arte e ciência podem andar juntas – o ponto central de toda a competição.

Veja alguns de nossos outros vencedores favoritos abaixo e percorra a galeria completa aqui.

Segundo lugar

Descubra quem são os vencedores do concurso de fotografia microscópica da Nikon
Foto: (reprodução/internet)

Daniel Knop, da Natur und Tier Verlag da Alemanha, empilhou imagens para capturar o desenvolvimento embrionário de um Peixe-palhaço (Amphiprion percula) – um feito difícil, considerando que o embrião não parou exatamente de se mover para posar.

Terceiro lugar

Descubra quem são os vencedores do concurso de fotografia microscópica da Nikon
Foto: (reprodução/internet)

A língua do caracol, ou rádula, é coberta por milhares de dentes microscópicos que se esfregam contra sua comida para agarrar pequenos pedaços.

Conforme demonstrado por esta foto do Dr. Igor Siwanowicz do Howard Hughes Medical Institute, na verdade é mais deslumbrante do que nojento.

Mais sobre fotografia: Cientistas criam câmera que registrou a maior foto da história – Confira

Vigésimo lugar

Descubra quem são os vencedores do concurso de fotografia microscópica da Nikon
Foto: (reprodução/internet)

A Dra. Dorit Hockman e a Dra. Vanessa Chong-Morrison, da Universidade da Cidade do Cabo, não utilizaram nenhuma técnica de filtragem de luz para tirar essa foto do esqueleto embrionário de um morcego frugívoro de cauda curta sorrindo para você (ou assim parece).

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fonte: Mental Floss