A briga entre políticos que envolveu um vaso sanitário de ouro na Turquia

ANÚNCIO

O atual presidente da Turquia tem sido fortemente criticado por seu estilo de vida luxuoso, mas seu novo palácio realmente contém vasos sanitários dourados? Nesse caso, ele pode ter que renunciar.

Depois de servir como primeiro-ministro da Turquia por mais de 11 anos, Recep Tayyip Erdoğan assumiu a presidência em 2013. Seu governo tem sido perseguido por controvérsias que vão desde alegações de corrupção a repressões à liberdade de expressão.

ANÚNCIO
Visita de Erdogan à Itália gera protestos em Roma - Comunità Italiana
Foto: (reprodução/internet)

Mas Erdoğan foi, talvez, o mais criticado por sua nova e extremamente grande casa presidencial. Apelidado de “Ak Saray” (“Palácio Branco”), é atualmente o maior palácio do planeta.

Parques, especialmente os florestais, estão se tornando cada vez mais difíceis de encontrar nas cidades turcas devido à grande quantidade de projetos de desenvolvimento. Desnecessário dizer que os habitantes locais ficaram bastante chocados quando souberam que o palácio de Erdoğan ocuparia o lugar de 50 acres de árvores em terras preservadas.

Os esforços para impedir a construção fracassaram e o presidente mudou-se para sua nova casa em 2014. O luxuoso palácio de 615 milhões de dólares, que é quase 50 vezes maior que a Casa Branca, contém mais de 1.150 quartos.

ANÚNCIO
Palácios presidenciais no mundo - 29/10/2014 - Mundo - Fotografia - Folha de S.Paulo
Foto: (reprodução/internet)

Também contém pousadas, um jardim botânico, saunas supostamente revestidas de mármore italiano, bunkers capazes de resistir a um ataque nuclear e uma “sala de situação” equipada com muitos dispositivos de comunicação militar por satélite.

Ainda sobre o Oriente Médio: Um cinema abandonado no meio do deserto: conheça “O cinema do fim do mundo”

Mas a única coisa que Ak Saray não tem, de acordo com o presidente, é um assento de vaso sanitário dourado.

Em um discurso recente, o político turco Kemal Kilicdaroglu zombou do palácio e afirmou que Erdoğan era tão mimado que instalou penicos com assentos feitos de ouro. Erdoğan respondeu em uma entrevista bizarra.

“Eu o convido a vir e fazer um tour”, disse Erdoğan. “Eu me pergunto se ele será capaz de encontrar um assento de vaso sanitário tão dourado em qualquer um desses banheiros.” O presidente não parou por aí.

Se um assento dourado for encontrado no palácio, Erdoğan diz que renuncia ao cargo. Se não for, porém, Kilicdaroglu deve renunciar. Por mais louco que possa parecer, o desafio do presidente está sendo levado a sério.

Isso realmente levará à renúncia de um dos políticos? A última notícia é que Kilicdaroglu diz que estava apenas brincando sobre os assentos do vaso sanitário e Erdoğan planeja processá-lo por 37 mil dólares.

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fonte: Portable Press

ANÚNCIO