Quando começou o momento do tempo que chamamos de “presente”?

ANÚNCIO

É uma pergunta mais difícil do que parece. O presente se refere a este segundo?
Hoje? Este ano? Aos últimos anos? Felizmente, a ciência tem a resposta.

Que tal viajar no tempo? | Nube 17/09/2008
Foto: (reprodução/internet)

Diferentes disciplinas científicas, culturas e religiões baseiam seus calendários em diferentes momentos “zero”. Na geologia, assim como em outras disciplinas científicas, a época conhecida como “o presente” começou em 1º de janeiro de 1950.

ANÚNCIO

Veja também: Quantos bilhões de anos o Universo tem?

É um tanto arbitrário, compromisso de uma data, mas um momento fixo no estudo das coisas que leva um muito, muito tempo para mudar.

Veja como essa data foi selecionada: na atmosfera terrestre, existem isótopos de carbono em proporções relativamente iguais entre si, incluindo o carbono estável-12 e o carbono instável-14.

As plantas absorvem os dois tipos, na forma de dióxido de carbono, da atmosfera. Quando uma coisa viva morre, ela morre com o carbono-12 e o carbono-14 inerentes, mas o carbono-14 imediatamente começa a se decompor a uma taxa constante e conhecida.

ANÚNCIO

Os cientistas podem então medir a quantidade de carbono-14 deixada na coisa morta para determinar sua idade aproximada.

Foto Premium | Detalhe de um ictiossauro fóssil.
Foto: (reprodução/internet)

 

Isso é chamado de “datação por radiocarbono” e tem sido usado para determinar a idade de materiais de ocorrência natural, como plantas, rochas e restos humanos, bem como coisas feitas de materiais de ocorrência natural, incluindo os Manuscritos do Mar Morto e o Sudário de Turim ou Santo Sudário.

A datação por radiocarbono foi introduzida na década de 1940, mas tornou-se viável, com métodos padronizados e amplamente adotados na década de 1950.

Na mesma época, os governos iniciaram testes atmosféricos de armas nucleares. Os cientistas logo perceberam que a datação por radiocarbono não era mais confiável para determinar a data exata de objetos.

5 formas malucas como armas nucleares já foram usadas - TecMundo
Foto: (reprodução/internet)

Por quê? As armas nucleares transformam tanto um ambiente e uma atmosfera que alteraram a proporção de carbono-14 e carbono-12, até mesmo transformando muito carbono-14 em carbono-12.

Basicamente, qualquer teste de radiocarbono feito depois de 1º de janeiro de 1950 – uma data acordada porque caiu no meio do início dos testes nucleares – não é confiável. O período posterior é chamado de “o presente”. Qualquer momento anterior pode ser referido, cientificamente, como “AP” ou “antes do presente.”

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fonte: Portable Press

ANÚNCIO