Avistamentos de OVNIs aumentam 51% durante a pandemia COVID-19, entenda

ANÚNCIO
Com mais tempo livre como resultado da pandemia, as pessoas têm relatado mais avistamentos de OVNIs.
Foto: (reprodução/internet)

Com a abundância de tempo livre como resultado da pandemia COVID-19 , as pessoas estão cada vez mais voltando sua atenção para a observação das estrelas. Às vezes, eles não conseguem acreditar no que estão vendo.

De acordo com um artigo recente no The Wall Street Journal, avistamentos de objetos voadores não identificados, ou OVNIs, aumentaram 51% em 2020 no mesmo período de 2019.

ANÚNCIO

Os dados vêm do National UFO Reporting Center, uma operação de duas pessoas de Harrington, Washington, que aceita e compila avistamentos de indivíduos e diz que mais de 5.000 incidentes foram relatados este ano.

Leia também: Qual a aparência dos eclipses solares em planetas diferentes?

Peter Davenport, que dirige o Centro, disse ao Journal que muitos avistamentos de OVNIs podem ser atribuídos a drones, aviões ou satélites. Mesmo assim, há um número que não tem uma origem clara. Recentemente, a Marinha até divulgou imagens de três OVNIs avistados por pilotos que não têm explicação óbvia.

Em agosto, o Pentágono anunciou uma força-tarefa para estudar “fenômenos aéreos inexplicáveis”, outro termo para o que poderiam ser aeronaves alienígenas pesquisando humanos.

ANÚNCIO

Com mais tempo para olhar para o céu, as pessoas podem encontrar mais OVNIs ou fenômenos aéreos inexplicáveis para despertar sua curiosidade, e 2020 pode acabar com mais crentes e menos céticos do que começou.

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fonte: Mental Floss, The Wall Street Journal

ANÚNCIO