Casamentos reais, desastres reais: conheça alguns imprevistos nessas cerimônias da realeza

ANÚNCIO

Independentemente de qualquer eventual treta, casamentos reais do século XXI são até tranquilos em relação ao casamentos reais do passado. Fique com a gente para ler sobre algumas dessas desastrosas cerimônias.

Uma tiara escoltada

Queen Mary's Fringe tiara #jewelry #royal #tiara #queen | Royal jewelry, Royal crowns, Royal jewels
Foto: (reprodução/internet)

Uma das vantagens de ser a rainha da Inglaterra: você quase sempre usa algum tipo de chapéu coberto de pedras preciosas.

ANÚNCIO

Mais sobre tiaras reais: Entenda o que distingue uma tiara de uma coroa

Em 1947, antes de ser literalmente coroada a monarca reinante do Reino Unido, Elizabeth II se casou com o Príncipe Philip e usou um item chamado Fringe Tiara, feito para o casamento da Rainha Mary, em 1919.

Enquanto o cabeleireiro de Elizabeth preparava a futura rainha para o grande dia, eles tocaram a tiara e ela quebrou. Ele teve que ser escoltado pela polícia até uma oficina do outro lado da cidade e, em seguida, levado às pressas de volta para Elizabeth, que o usou durante o casamento sem incidentes.

O incidente do vômito

Augusta de Saxe-Gota – Wikipédia, a enciclopédia livre
Foto: (reprodução/internet)

Há algumas centenas de anos, os casamentos reais eram frequentemente organizados como uma consolidação de poder ou criavam alianças para as famílias governantes da Europa.

ANÚNCIO

Essa era mais a intenção por trás do casamento de 1736 entre a princesa Augusta de Saxe-Gotha (uma região que agora faz parte da Alemanha) e Frederico, o Príncipe de Gales.

Certamente não era romance – o casal não se conheceu até o dia do casamento e Augusta acabara de chegar à Inglaterra (e ela não falava inglês). Foi tudo demais para Augusta… que, durante a cerimônia de casamento, vomitou em todo o vestido, assim como sua nova sogra, a Rainha Caroline.

Um baquete para ser esquecido

Casamentos reais, desastres reais: conheça alguns imprevistos nessas cerimônias da realeza
Os personagens Ealhswith e Alfredo na série Vikings. Foto: (reprodução/internet)

Um dos mais antigos contratempos do casamento real remonta a um dos mais antigos casamentos reais já registrados. Em 1868, Alfredo, o Grande (o Rei de Wessex) casou-se com a filha de um nobre e de uma família real diferente chamada Ealhswith.

O que aconteceu no dia do casamento de Alfred, junto com outros documentos históricos contemporâneos, leva os historiadores a acreditarem que o rei sofria da doença de Crohn, uma doença dolorosa marcada por inflamação dos intestinos, que leva a fortes dores nas regiões inferiores.

Depois que Alfred e sua noiva se entregaram a um banquete de casamento que durou muitas horas, ele desmaiou em forte e gritante dor abdominal na frente de todos os convidados, ali mesmo à mesa.

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fonte: Portable Press

ANÚNCIO