Você sabe o quão raras são algumas alterações genéticas?

ANÚNCIO

Atualmente sabemos que a maior parte da população é destra, tem olhos castanhos e sangue do tipo O. No entanto, algumas alterações genéticas fazem surgir certas características somente em um pequeno grupo de pessoas, como é o caso dos ruivos. Mas você sabe quão raras são outras alterações genéticas? 

COR DOS OLHOS

Você sabe o quão raras são algumas alterações genéticas?
Foto: (reprodução/internet)

As cores de olhos mais comuns são castanho, depois azul e em seguida avelã. Olhos verdes são relativamente raros: apenas cerca de 2% das pessoas os têm. Os olhos verdes são o resultado de uma mutação que origina um olho castanho com quantidade bem menor de melanina. Por isso, tão raros.

ANÚNCIO

PARES DE OLHOS

Você sabe o quão raras são algumas alterações genéticas?
Foto: (reprodução/internet)

A maioria das pessoas tem dois olhos, e ambos trabalham em conjunto para nos ajudar a enxergar as coisas e perceber a profundidade. Eles são quase da mesma cor também, a menos que você tenha heterocromia, ou olhos de duas cores diferentes.

Se você tiver, está entre cerca de 1% da população. A personagem Claudia Tiedmann (na foto acima), da série Dark, é um exemplo dessa alteração genética.

DEDOS PALMADOS

ANÚNCIO
Você sabe o quão raras são algumas alterações genéticas?
Foto: (reprodução/internet)

Você tem sindactilia? Esse é o nome científico dos dedos das mãos ou pés unidos (ou palmados). É extremamente incomum: apenas cerca de 1 em cada 3.000 bebês nasce com a doença.

COR DE CABELO

Você sabe o quão raras são algumas alterações genéticas?
Foto: (reprodução/internet)

Os ruivos vão além do cabelo castanho e cabelo loiro em termos de lugar-comum. Em todo o mundo, apenas 1 a 2% das pessoas são são ruivas. A taxa é muito maior na Escócia (13% da população) e na Irlanda (10%). Mas certamente também temos ruivos aqui no Brasil, e a atriz Marina Ruy Barbosa é um belo exemplo dessa rara cor de cabelo.

SANGUE

Você sabe o quão raras são algumas alterações genéticas?
Foto: (reprodução/internet)

O tipo de sangue mais comum é o O-positivo, presente em 38% da população. O segundo mais comum é o A-positivo, com 34%. O tipo de sangue mais raro, por sua vez, é o AB negativo. Apenas 1 % das pessoas no mundo inteiro têm esse tipo.

 DENTES NEONATAIS

Você sabe o quão raras são algumas alterações genéticas?
Foto: (reprodução/internet)

A cada ano, cerca de 1 em 3.000 bebês já nascem com dentes parcialmente formados (com os dentes quase sempre saindo da gengiva inferior). Essa característica é tão rara quanto a dos dedos palmados.

Ainda não se sabe o que provoca o surgimento de dentes em recém nascidos, mas estudos indicam que pode que a questão pode estar relacionada a um efeito da sífiles congênita ou a certas síndromes, como a síndrome de Turner.

MÃO ESQUERDA VS. DIREITA

Você sabe o quão raras são algumas alterações genéticas?
Foto: (reprodução/internet)

Cerca de 90% da população têm a mão direita como dominante, ou seja, mais hábil para a maioria das tarefas que envolvem coordenação motora. Cerca de 9% dominam essas atividades com a mão esquerda, mas menos de 1% de todos os humanos são verdadeiramente ambidestros.

SINESTESIA

Você sabe o quão raras são algumas alterações genéticas?
Foto: (reprodução/internet)

Pessoas com sinestesia experimentam os sentidos de maneira diferente – algumas pessoas podem “cheirar” cores, por exemplo, ou “saborear” sons. Cerca de 2% da população tem pelo menos uma forma leve de sinestesia.

TERCEIRO MAMILO

Você sabe o quão raras são algumas alterações genéticas?
Foto: (reprodução/internet)

Um mamilo supranumerário costuma ser confundido com um tumor, como uma verruga. Também conhecido como “terceiro mamilo”, cerca de 1 em cada 20 pessoas tem um. O personagem Chandler Bing, no episódio 14 da terceira temporada da série Friends, revelou também ser um desses casos.

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fontes: Portable Press, Trocando Fraldas, Hospital de olhos de Cascavel

ANÚNCIO