Conheça Kaktovik: a cidade do Alasca que é repleta de ursos polares

ANÚNCIO

O clima de inverno está deixando você para baixo? Bem, pelo menos você não mora em Kaktovik. A vida em Kaktovik, Alasca, pode definitivamente ser dura. A cidade, que fica ao longo do Mar Beaufort na Ilha Barter, permanece bastante isolada do resto do mundo.

The Bounty of the Bone Pile | Hakai Magazine
Foto: (reprodução/internet)

O sustento de seus mais de 200 residentes depende da caça de caribus selvagens e baleias, as quais são fortemente regulamentadas. A temperatura cai para 20 graus negativos no inverno e, ah, também há os ursos polares.

ANÚNCIO

Falando em frio: Conheça a cidade norueguesa que utiliza um “sol artificial” no inverno

Por que há tantos ursos polares na cidade?

Devido aos efeitos da mudança climática, os ursos polares, que antes vagavam pelas extensões geladas do Refúgio Nacional da Vida Selvagem do Ártico, estão cada vez mais aparecendo na cidade. Agora não é incomum vê-los caminhando despreocupadamente pelas ruas.

Fotos de Kaktovik - Imagens selecionadas de Kaktovik, AK - Tripadvisor
Foto: (reprodução/internet)

Enquanto alguns moradores lucraram com o fenômeno e agora oferecem “passeios de urso polar” para todos, de jornalistas e cientistas a turistas curiosos, outros estão com medo de ter um encontro desagradável com uma das criaturas gigantes.

O urso polar macho adulto médio pode pesar entre 350 e 700kg. Eles também tendem a ficar muito mal-humorados sempre que um humano irritante se interpõe entre eles e uma refeição.

ANÚNCIO

Caça de baleias

A cidade tem permissão legal para colher três Baleias-da-cabeça-branca todos os anos. Antes de os ursos começaram a aparecer, muitos residentes deixavam grandes pedaços de carne fora de suas casas para envelhecer. Isso não é mais uma opção.

Model of a whale on a forklift truck: Picturing Canterbury | Christchurch City Libraries
Foto: (reprodução/internet)

Os ursos também descobriram o local onde os açougueiros locais despejam os ossos, gordura e outros restos das baleias. Desde então, eles o transformaram em seu próprio buffet pessoal. O recorde atual para a maioria dos ursos avistados em um único dia em Kaktovik: 80.

Sobre ursos polares: O gelo do Ártico pode desaparecer até 2035, revela estudo

Patrulha de ursos

Para ajudar a evitar que criaturas famintas se tornem residentes em tempo integral, Kaktovik agora tem sua própria patrulha de ursos polares. O esquadrão normalmente sai em busca dos ursos todas as noites e tenta afugentá-los com caminhões (e o ocasional tiro de aviso de uma espingarda).

Apesar de seus esforços, isso não impediu que alguns ursos invadissem as casas da região. Um residente encontrou dois filhotes invadindo sua adega no outono de 2013 e, bem, sua casa agora está decorada com a pele deles.

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fonte: Portable Press

ANÚNCIO