Como surgiu o hábito de dar uma maçã para o professor?

ANÚNCIO

A origem desse costume não é definitivamente conhecida, mas aqui está uma teoria razoável.

Dia dos Professores: Eles merecem o nosso respeito
Foto: (reprodução/internet)

Conforme os colonos criaram raízes no meio-oeste norte-americano em meados de 1800, eles abriram pequenas escolas de uma sala para ensinar as crianças.

ANÚNCIO

Era responsabilidade da comunidade encontrar um professor – quase sempre uma jovem solteira.

Um doce deleite

E como não podiam pagar muito, se é que podiam pagar, a comunidade cuidou das necessidades básicas do professor da melhor maneira possível.

Alguém pode doar uma casa, por exemplo, enquanto os pais de outras crianças podem ajudar a mantê-la alimentada. Uma maçã para o professor era uma consequência disso – um doce deleite para um trabalho bem feito (em vez de um salário).

ANÚNCIO

Leia mais: Origens de ferramentas educacionais: de onde veio o quadro negro?

Por que maças?

Mas por que não, digamos, pêssegos ou milho? As crianças também podem ter trazido isso no final do ano.

As maçãs podem ser o presente icônico para os professores porque o início do ano letivo coincide com o pico da temporada de maçãs em setembro no meio-oeste norte-americano.

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fonte: Portable Press

ANÚNCIO