Como foi feita a icônica capa do álbum “Animals” de Pink Floyd?

ANÚNCIO
Battersea Power Station - Phase 2: Powering on in Battersea | Mace
Foto: (reprodução/internet)

A Usina Termelétrica de Battersea tem aparecido em muitas coisas, incluindo várias capas de álbuns famosos. Aqui está um rápido resumo de sua história…

A Usina Termelétrica de Battersea atualmente está localizada em um imóvel nobre às margens do Tâmisa, no centro de Londres. Na década de 1930, no entanto, os valores das propriedades ali eram baixos e, portanto, a estação foi construída ali, junto com uma segunda nos anos 50.

ANÚNCIO

Desde então, suas quatro chaminés altas ajudaram a torná-lo um dos marcos mais conhecidos em toda a Londres. Os Beatles até o usaram para uma foto em Help!. Roger Waters, do Pink Floyd, decidiu que ficaria ótimo na capa de Animals, seu álbum conceitual de 1977.

Leia também: Descubra quais são os piores álbuns estrangeiros já feitos

Na época, eles estavam lutando para ter uma ideia. Depois de considerar todos os tipos de conceitos estranhos, um dos quais incluía a foto de um garoto encontrando seus pais juntos na cama, a banda seguiu a sugestão de Waters.

London's Iconic Brick Battersea Power Station Overhaul
Foto: (reprodução/internet)

Em um dia sombrio de dezembro de 1976, eles desceram de caminhão até a estação com um porco inflável gigante a reboque. O plano deles era levantar o porco cheio de hélio, tirar algumas fotos e mandar um atirador derrubá-lo se ele escapasse de suas amarras.

ANÚNCIO

Infelizmente, o tempo estava péssimo, então eles adiaram as filmagens para o dia seguinte. Eles se esqueceram de reservar um atirador, porém, e o porco escapou antes que pudessem terminar.

Depois de assustar alguns pilotos voando para o aeroporto de Heathrow, ele foi encontrado mais tarde por um fazendeiro que estava com raiva porque o porco assustou suas vacas.  Mas eles conseguiram a chance, e o Animals continuaria sendo um dos mais famosos da história do rock.

As muitas “participações especiais” da estação incluem aparições em “O marido era  o culpado”, de Alfred Hitchcock, “Batman: O Cavaleiro das Trevas” e “O discurso do Rei”.

Traduzido e adaptado por Agora Sabe

Fonte: Portable Press

ANÚNCIO